Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Barclays pretende eliminar 2.100 postos de trabalho

LONDRES - O Barclays, um dos maiores bancos do Reino Unido, pretende eliminar pelo menos 2. 100 postos de trabalho em suas filias de investimento em todo o mundo, informou nesta terça-feira a BBC.

EFE |

A medida afetará filiais como a Barclays Capital, Barclays Wealth e Barclays Global Investors, disse a "BBC", que se baseou em fontes ligadas à entidade. "Podemos confirmar que iniciamos um processo para reduzir o número de pessoas em algumas partes de nossas unidades de gestão e bancos de investimento. Isso tem como objetivo garantir que teremos o tamanho apropriado para as atuais condições do mercado", afirmou um porta-voz do banco, sem apresentar números sobre a redução.

Na semana passada, o Barclays anunciou a eliminação de cerca de 400 postos de trabalho em seu departamento de informação e tecnologia em Londres e Cheshire (noroeste da Inglaterra).

A redução de postos de trabalho foi iniciada depois de os acionistas do Barclays votarem, em novembro, a favor de uma ampliação de capital de até 7,3 bilhões de libras (8,03 bilhões de euros), procedente de investidores do Golfo Pérsico.

O Barclays, que após a ampliação será controlado em mais de 30% por esses investidores do Golfo, rejeitou a liquidez oferecida pelo Governo britânico para aumentar a capitalização dos bancos do país.

Leia tudo sobre: cortes de emprego

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG