O banco britânico Barclays chegou a um acordo para comprar as operações de banco de investimento e de mercado de capitais do Lehman Brothers nos Estados Unidos. Segundo um comunicado, o Barclays vai pagar US$ 250 milhões, em dinheiro, pelos dois negócios.

Além disso, o banco britânico vai pagar mais US$ 1,5 bilhão pela sede do Lehman em Nova York e pelos seus dois centros de dados em Nova Jersey. As operações que serão adquiridas pelo banco britânico têm aproximadamente 10 mil empregados.

O Lehman Brothers, quarto maior banco de investimentos americano, entrou na segunda-feira com pedido de recuperação judicial, depois de ter sua venda frustrada durante o final de semana. O principal candidato à compra, que evitaria a concordata e, provavelmente, a crise que se abateu sobre os mercados financeiros globais, era o próprio Barclays - que desistiu do negócio por não conseguir garantias de comprometimento financeiro por parte do governo americano.

A operação anunciada ontem foi estruturada como uma compra de ativos, com o Barclays adquirindo apenas as partes do Lehman de seu interesse. O banco britânico não vai comprar nenhum imóvel, ativos lastreados em imóveis, posições de derivativos ou operações de balcão. O Lehman Brothers também está conduzindo negociações separadas para vender a unidade de gestão de investimentos para empresas de private equity.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.