Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bank of China cogita vender ações do Royal Bank of Scotland

Pequim, 13 jan (EFE).- O Bank of China (BOC), uma das maiores entidades estatais do país asiático, informou hoje que cogita uma possível venda de ações que o Royal Bank of Scotland (RBS) mantém dele, através de um acordo.

EFE |

Wang Zhaowen, porta-voz do BOC, assinalou que não tinha notícia ainda sobre o fechamento de nenhum acordo com o RBS para vender sua participação, mas acrescentou: "Estamos em comunicação para conseguir mais informação", segundo publica hoje o jornal independente "South China Morning Post".

O banco britânico é proprietário de 4,3% do BOC.

Nas últimas duas semanas, as ações bancárias chinesas afundaram tanto nas bolsas de Xangai e Shenzhen quanto na de Hong Kong, após os investidores estratégicos que adquiriram papéis dos estatais chineses decidirem se desfazer delas para retirar seu efetivo.

A preocupação pela venda das ações do RBS situou ontem o índice Hang Seng, de Hong Kong, abaixo da barreira psicológica dos 14 mil pontos pela primeira vez em um mês.

Segundo os termos do potencial acordo, Pequim permitiria ao RBS vender sua participação no banco estatal chinês provavelmente nas próximas duas ou três semanas, segundo gerentes do fundo citados hoje pelo jornal.

Fontes do setor assinalam que a venda de ações do banco estatal britânico RBS está valorizada em até US$ 2,6 bilhões. EFE mz/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG