Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bancos públicos garantem 60% da alta de crédito de outubro

SÃO PAULO - Os bancos públicos garantiram 60% do aumento no saldo das operações de crédito do sistema financeiro nacional no mês passado, segundo dados do Banco Central (BC). No total, o estoque dos empréstimos aumentou 2,9% na comparação entre setembro e outubro.

Valor Online |

Mas quando se analisa os dados pela origem do capital dos bancos, verifica-se que enquanto o saldo de crédito cresceu 5,2% nos bancos públicos, ele subiu apenas 1,2% nos bancos privados nacionais e 3,0% nas instituições estrangeiras.

Nos dados consolidados totais, sempre de acordo com o BC, o saldo dos empréstimos aumentou R$ 33,8 bilhões, passando de R$ 1,152 bilhão ao final de setembro para R$ 1,186 bilhão. Os bancos públicos foram responsáveis por R$ 20,5 bilhões desse aumento, ou 60,5%. A carteira dessas instituições passou de R$ 394,1 bilhões para R$ 414,6 bilhões de um mês para o outro. Vale ressaltar que o peso dos bancos públicos no estoque total de crédito era de apenas 34,9% em outubro.

Os bancos privados, que respondiam por 43,6% dos empréstimos totais do sistema ao final do mês passado, contribuíram com apenas 17,7% no aumento do crédito na comparação entre setembro e outubro. A carteira de empréstimos desse segmento cresceu de R$ 512,3 bilhões em setembro para R$ 518,3 bilhões em outubro, uma alta de R$ 6 bilhões.

Os bancos estrangeiros, por sua vez, aumentaram seus empréstimos praticamente em linha com a média do mercado. O saldo da carteira dessas instituições avançou de R$ 246,4 bilhões para R$ 253,8 bilhões entre setembro e outubro, com alta de R$ 7,4 bilhões. Este incremento teve peso de 21,8% no aumento total de crédito no sistema no mês passado. Esta fatia equivale à participação dessas instituições no mercado de empréstimos, de 21,4%.

O Banco Central abre apenas os dados de saldo de empréstimos por origem do capital dos bancos e não os volumes de novas concessões.

(Fernando Torres | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG