Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bancos poderão negociar taxa de juros do consignado

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) permitiu que os bancos autorizados a conceder empréstimos consignados (com desconto em folha) aos segurados possam negociar taxas de juros com sindicatos ou associações de aposentados e pensionistas do INSS de determinadas regiões para concessão do crédito. As taxas, no entanto, não poderão superar os limites fixados pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS), de 2,5% ao mês, no caso da modalidade tradicional com crédito em conta corrente, e 3,5% ao mês, no caso da modalidade cartão de crédito consignado.

Agência Estado |

A norma que permite aos bancos negociar com entidades representativas de aposentados foi publicada hoje no Diário Oficial da União. A assessoria do INSS explicou que, com a nova regra, os bancos podem observar as características de cada região ou município e definir taxas diferenciadas dentro do próprio Estado, respeitando o teto nacional. Antes da mudança, as instituições financeiras só podiam negociar taxas mais baixas que o teto em razão dos prazos de pagamento dos empréstimos. Para o INSS, isso pode aumentar a concorrência entre os bancos.

O INSS alerta, no entanto, que a aplicação de uma taxa melhor, negociada por uma associação da qual faça parte, não obriga o segurado a tomar empréstimo com uma determinada instituição financeira. Ele continua sendo aposentado ou pensionista do INSS e pode tomar o empréstimo onde quiser.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG