Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bancos já perderam US$ 2,6 trilhões em valor de mercado durante crise

SÃO PAULO - A crise financeira internacional já absorveu US$ 2,6 trilhões do valor de mercado do setor bancário em todo o mundo nos primeiros nove meses de 2008. Segundo relatório anual da The Boston Consulting Group (BCG), a capitalização dos bancos retraiu de US$ 8,3 trilhões, apurados no final de 2007, para US$ 5,7 trilhões ao final de setembro.

Valor Online |

Segundo os cálculos da consultoria, se consideradas as perdas de US$ 269 bilhões do segundo semestre de 2007, é possível concluir que, ao todo, a crise tomou quase US$ 3 trilhões do setor bancário. "A crise eliminou praticamente três anos de crescimento na capitalização do mercado. O valor de mercado da indústria bancária neste momento é próximo ao que era no final de 2005", diz Lars-Uwe Luther, sócio da consultoria.

A pesquisa mostra que, nos primeiros nove meses de 2008, a média do retorno total ao acionista (TSR) dos bancos recuou 34 pontos percentuais, para -32,5%. Entre as economias mais maduras, o pior índice TSR foi registrado na Alemanha, com -45,1%, enquanto o melhor esteve no Canadá, com -6,6%.

Segundo o BCG, os bancos brasileiros estão entre os que sofreram menos com a crise nesse período. O TSR médio das instituições financeiras que operam no Brasil ficou em -17,8% nos três trimestres de 2008, atrás apenas do Canadá. A consultoria ressalta que o setor bancário brasileiro vem se destacando dos outros países desde o início de 2003. De lá para cá, o TSR brasileiro foi de 40,9%, ante os 9,5% da média mundial. Além disso, o valor de mercado dos bancos brasileiros (em dólar) cresceu 49,6% , enquanto a média mundial de crescimento foi de 10,1%.

O BCG destaca também o desempenho individual das ações dos bancos brasileiros. Entre janeiro e setembro desse ano, o Ibovespa recuou -22,5%, com TSR de -9,7% para o Itaú, -17,5% para o Bradesco, -19,1% para o Unibanco e -21,5% para o Banco do Brasil.

Mais notícias

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

 

Leia tudo sobre: crise financeira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG