LONDRES, 22 de outubro (Reuters) - Os principais mercados europeus tiveram uma quinta-feira de queda, com ações de bancos e petrolíferas figurando entre as mais desvalorizadas, no dia em que a Ericsson despencou após resultados trimestrais decepcionantes. O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais empresas da Europa, fechou com queda de 1,0 por cento, aos 1.015 pontos.

"Esses mercados estão à beira de um período de consolidação; se alguém procura realizar bons lucros esse é o momento mais oportuno", afirmou Mike Lenhoff, estrategista na Brewin Dolphin.

"Podemos ter alguns números desagradáveis, mas se olharmos o fluxo de notícias que estão chegando, eu não creio que alguém possa dizer que o que vimos até agora é ruim", explicou.

O setor bancário esteve entre os mais desvalorizados. O Credit Suisse cedeu 3,1 por cento após apresentar seu balanço trimestral, com analistas apontando uma redução de 16 por cento nas receitas do banco de investimento ante o trimestre anterior e lucros antes de impostos menores, com margens na unidade de banco privado também reduzidas.

O HSBC, Santander e BNP Paribas perderam entre 1 e 1,7 por cento.

As empresas petrolíferas perderam conforme o preço do petróleo recuou 0,9 por cento. O BG Group, BP, Royal Dutch Shell e Total fecharam em quedas entre 0,5 e 1,3 por cento.

A fabricante de equipamentos de telefonia móvel Ericsson despencou 6,2 por cento depois de anunciar lucros trimestrais inferiores ao estimado pelo mercado e queda nas vendas, afetada pela crise econômica global.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de 0,96 por cento, a 5.207 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX cedeu 1,21 por cento, para 5.762 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 fechou em queda de 1,35 por cento, para 3.820 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib se desvalorizou 1,5 por cento, para 23.813 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 perdeu 0,39 por cento, para 11.828 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 recuou 1,41 por cento, para 8.687 pontos.

(Reportagem de Joanne Frearson)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.