Frankfurt (Alemanha), 18 nov (EFE).- Os bancos alemães bloquearam 100 mil cartões de crédito na Alemanha por suspeitas de que houve um roubo de dados na Espanha, na maior ação de trocas de cartões no país, segundo a imprensa alemã.

Os bancos populares e os cooperativos (Raiffeisenbanken) tiraram de circulação 60 mil cartões de crédito emitidos por eles por suspeitarem de um roubo de dados de um prestador de serviços, segundo números da Associação Europeia de Bancos Cooperativos (BVR).

Esta ampla troca de cartões de crédito questiona a segurança de seus dados.

O número total de cartões bloqueados na Alemanha chega agora a 100 mil, mas não se sabe o número de cartões afetados pela suposta fraude.

A ação preventiva na Alemanha responde a uma advertência da Visa e da MasterCard por uma suposta fraude na Espanha.

A televisão alemã informou ontem de supostos casos de abusos nas transações com cartões de crédito, que afetam clientes da Lufthansa, do banco DKB-Bank, do Barclays e do Karstadt-Quelle.

O comitê central de crédito (ZKA, na sigla em alemão) de bancos e cadernetas de poupança apontou que "uma empresa espanhola pôde produzir um ataque a dados de cartões de crédito de clientes alemães".

As cadernetas de poupança e os bancos vão trocar gratuitamente os cartões de crédito que podem ter sido afetados.

Por enquanto, não se sabe quantos cartões e quantos clientes foram afetados, nem sobre o perigo de que criminosos retirem dinheiro de contas estrangeiras.

O Banco de Crédito Alemão (DKB) assegurou que houve irregularidades nos serviços de pagamentos na Espanha e que, por isso, foram executadas diversas trocas de cartões de crédito de clientes de bancos alemães. EFE aia/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.