NOVA YORK - O Wachovia Group informou nesta quarta-feira que amargou um prejuízo de US$ 23,9 bilhões no terceiro trimestre do ano, um recorde para qualquer banco dos Estados Unidos durante a crise global de crédito, ressaltando os desafios que o Wells Fargo terá que enfrentar depois de adquirir o rival.

As perdas totalizaram US$ 11,18 por ação, seguindo o prejuízo de US$ 9,11 bilhões no segundo trimestre.

O banco informou que o resultado inclui US$ 18,7 bilhões em baixas contábeis. Cerca de dois terços deste volume estão relacionados aos segmentos de varejo e pequenos negócios, onde se encontra um portfólio problemático de hipotecas com taxa de juro móvel no valor de US$ 118,7 bilhões.

Excluindo itens extraordinários, o prejuízo trimestral foi de US$ 2,23 por ação, informou o banco. Analisas esperavam, em média, uma perda de US$ 0,27 por ação, de acordo com a Reuters Estimates.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.