Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Banco suíço perde US$ 327 mi com pirâmide de Madoff

O banco suíço Reichmuth & Co alertou os investidores de que aproximadamente US$ 327 milhões - o equivalente a 3,5% de seus ativos sob gestão - foram afetados pela exposição ao esquema de pirâmide do ex-presidente da Nasdaq, o banqueiro Bernard Madoff. Em uma carta aos investidores, o banco informou que seu fundo Matterhorn tinha exposição a vários fundos de hedge que podem ter sido afetados pela fraude multibilionária do banqueiro nova-iorquino.

Agência Estado |

"Caso os fundos de hedge mencionados tenham perda total, o impacto na performance do Reichmuth Matterhorn será de 8,6%", informou a instituição. Em outubro, os fundos Matterhorn possuíam ativos avaliados em US$ 4,24 bilhões.

O Reichmuth também disse que o balanço do banco não foi afetado pela suposta fraude.

Madoff foi preso na quinta-feira, depois de ter confessado a empregados que uma de suas empresas de fundos de hedge eram, na realidade, um "esquema de pirâmide", que entrou em colapso com a crise financeira mundial. Com promessas de lucros, a única fonte de receita do esquema eram os novos investidores, que acabavam pagando pelos mais antigos. Estima-se que o tamanho da fraude pode passar de US$ 50 bilhões, afetando fundos de hedge, investidores privados e grandes bancos de todo o mundo. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG