Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Banco do Japão volta a reduzir taxa básica de juros para enfrentar recessão

O Banco do Japão anunciou nesta sexta-feira mais um corte em sua taxa básica de juros, situando-a a 0,1%, numa tentativa de favorecer o crédito e enfrentar a recessão.

AFP |

É a segunda redução decidida pelo BJ em menos de dois meses. No dia 31 de outubro, a instituição já havia cortado sua taxa básica em 0.2 ponto percentual, situando-a a 0,3%.

O BJ tomou a decisão no mesmo dia em que o governo divulgou suas previsões de crescimento nulo para o próximo ano orçamentário, de abril de 2009 a março de 2010, pela primeira vez em sete anos.

No terceiro trimestre deste ano, uma recessão se instalou oficialmente na economia japonesa, após uma contração do PIB pelo segundo trimestre consecutivo.

"A conjuntura econômica se deteriorou e a situação pode se agravar num futuro próximo", explicou o Banco Central.

"Diante da desaceleração das economias estrangeiras e das turbulências nos mercados financeiros, as condições necessárias para uma recuperação no Japão provavelmente levarão algum tempo para se estabelecer", acrescentou.

O corte não surtiu o efeito esperado no mercado financeiro. Para o desgosto das empresas exportadoras, o iene se valorizou em relação ao dólar, depois de ter alcançado ao longo da semana seus níveis mais altos frente à moeda americana em 13 anos. A bolsa de Tóquio também reagiu negativamente, encerrando em queda de 0,91%.

Além do corte na taxa de juros, o Banco do Japão anunciou que começará a comprar letras de câmbio emitidas por empresas de forma massiva e ampliar suas compras de bônus do Tesouro japonês, com o objetivo de estimular a economia.

roc/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG