Tamanho do texto

O comitê monetário do BOJ concluiu uma reunião de dois dias com o resultado esperado pelos analistas

O Banco do Japão (BOJ) aumentou nesta quinta-feira sua previsão de crescimento para o ano fiscal de 2010, que começou em abril, até 2,6%, contra 1,8% calculado anteriormente, e manteve as baixíssimas taxas de juros.

O comitê monetário do BOJ concluiu uma reunião de dois dias com o resultado esperado pelos analistas. O banco emissor manteve a taxa de juros interbancária em 0,1%, índice que permanece desde dezembro de 2008, e revisou para cima sua última previsão sobre o aumento do Produto Interno Bruto (PIB) japonês de 2010 graças à aceleração do crescimento nas economias emergentes.

A entidade emissora assinalou que suas perspectivas em relação ao ano de 2011 se mantêm quase inalteradas, assim como suas previsões sobre os preços. Para o ano fiscal de 2011, o BOJ espera um crescimento de 1,9% no Japão, um décimo a menos que em abril. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.