Tamanho do texto

O Banco da China recebeu autorização para atuar no Brasil. As operações começam no início de 2009, segundo informou o embaixador Chen Duqing.

O decreto foi assinado pelo presidente Lula na sexta-feira e publicado ontem no Diário Oficial. O texto reconhece como de interesse do governo a participação estrangeira, de até 100%, no capital da instituição.

Segundo o presidente da Câmara Brasil-China, Paul Liu, o principal objetivo do banco será facilitar o crédito para empresas chinesas que tiverem interesse em atuar no Brasil. O capital inicial da instituição chinesa será de cerca de US$ 100 milhões.