SÃO PAULO - O Banco Central (BC) comunicou há pouco que colocou US$ 530 milhões no mercado por meio de leilão de venda conjugado com leilão de compra de dólares (leilão de linha). Foram aceitas, ao todo, quatro propostas.

Como na operação anterior, o BC disponibilizou três vencimentos diferentes, mas só aceitou proposta para um deles. A taxa de venda foi de R$ 2,352. E essa operação será liquidada dia 2 de janeiro de 2009.

A autoridade monetária aceitou propostas apenas para o Leilão C, que tem vencimento em 1º de abril de 2009 (89 dias corridos). A taxa máxima de recompra por parte do BC ficou em R$ 2,416464. Quatro propostas foram tomadas, movimentando US$ 530 milhões.

O BC não aceitou propostas para o Leilão A, que tinha liquidação para 2 de fevereiro de 2009 (31 dias corridos), e para o Leilão B que apresentava prazo de liquidação para 2 de março de 2009 (59 dias corridos).

Na última operação desse tipo, realizada em 17 de dezembro, o BC também aceitou quatro propostas todas para o Leilão C, que apresentava a mesma data de vencimento, colocando US$ 500 milhões.

Há pouco, o dólar comercial estava a R$ 2,328 na compra e a R$ 2,33 na venda, queda de 3,51%. Em direção oposta, o dólar para janeiro caía 2,33%, a R$ 2,338, na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F).

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.