SÃO PAULO - A taxa de corte do leilão no qual o Banco Central ofereceu dólares no mercado à vista foi de R$ 2,3180. O BC aceitou propostas das 16h12 às 16h21.

A ação da autoridade monetária veio praticamente no fechamento do mercado e a moeda pouco se moveu. Às 16h26, o dólar comercial apontava alta de 5,27%, comprado a R$ 2,312 e vendido a R$ 2,314.

Luiz Fernando Moreira, da Dascam Corretora, acredita que a decisão do BC pode ter sido movida pela piora do mercado depois do almoço, devido a rumores de quebra do Morgan Stanley. "Ele pode ter decidido colocar mais liquidez para evitar uma alta brutal na abertura de segunda-feira", diz.

Outros agentes avaliam que a oferta pode ter sido movida por alguma demanda específica de alguns dealers, em alguma grande operação de última hora.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.