Hong Kong, 23 out (EFE).- A Autoridade Monetária de Hong Kong, o banco central da ex-colônia britânica, injetou hoje US$ 3,88 bilhões de dólares de Hong Kong (US$ 497 milhões) no mercado de câmbio para manter a paridade de sua moeda com o dólar.

A injeção de liquidez tem o objetivo de prevenir que o dólar de Hong Kong se valorize acima de sua taxa de câmbio fixo a respeito da moeda americana, informou a "Rádio Televisão de Hong Kong".

Os observadores disseram que o dólar de Hong Kong está sofrendo pressão, devido à forte entrada dos fundos em bancos da ex-colônia britânica (procedentes de mercados vizinhos, considerados menos seguros que o de Hong Kong). Esse movimento coincide com o recente anúncio das autoridades locais de garantir todos os depósitos bancários até 2010.

O dólar local, vinculado ao americano por um valor de 7,8 dólares de Hong Kong, pode ser trocado por valores que oscilam dos 7,75 aos 7,85 dólares de Hong Kong. EFE mch/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.