Última elevação da Selic foi em setembro de 2008; nas últimas cinco reuniões, Copom manteve a taxa

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) elevou nesta quarta-feira em 0,75 ponto percentual a taxa básica de juros (Selic), para 9,5% ao ano. A alta de hoje interrompeu uma sequência de cinco reuniões em que o BC não alterou a taxa.

Antes da reunião desta quarta-feira, a última vez que o Copom elevou os juros foi na reunião de setembro de 2008, quando a taxa subiu para 13,75%. Em janeiro do ano passado, o Banco Central iniciou uma sequência de cortes no juro, como reação à desaceleração da economia provocada pela crise econômica internacional.

Trajetória do juro no Brasil

Taxa básica de juros (Selic), em % ao ano

Gerando gráfico...
Banco Central

O resultado da reunião desta quarta-feira não surpreendeu. O mercado elevou nesta semana suas projeções para o juro básico no fechamento deste ano, para 11,75% ao ano, de acordo com a pesquisa Focus, divulgada pelo Banco Central. A estimativa da semana passada era de 11,50%. As projeções para a inflação oficial (IPCA) e para o Produto Interno Bruto (PIB) também subiram para 5,41% e 6%, respectivamente.

O próprio BC deu sinais de elevação na taxa na ata da última reunião do órgão, realizada em 17 de março. “Houve consenso entre os membros do Comitê quanto à necessidade de se implementar um ajuste na taxa básica de juros, de forma a conter o descompasso entre o ritmo de expansão da demanda doméstica e a capacidade produtiva da economia”, informou o documento. “[O Copom] entendeu ser mais prudente aguardar a evolução do cenário macroeconômico até a próxima reunião do Comitê, para então dar início ao ajuste da taxa básica”, completa a entidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.