O banco regional alemão BayernLB anunciou nesta terça-feira a sua decisão de pedir uma ajuda de 5,4 bilhões de euros ao Estado, tornando-se assim a primeira instituição do país a recorrer ao plano do governo de Berlim para apoiar o setor bancário em meio à crise atual.

O ministro das Finanças da Baviera, Erwin Huber, foi o encarregado de realizar o anúncio ao término de uma reunião, pois o BayernLB tem participações do estado da Baviera e de caixas de poupança.

O BayernLB é o primeiro banco alemão a usar o plano de apoio ao setor estabelecido por Berlim de um valor total de 480 bilhões de euros.

A atual crise financeira, desencadeada há um ano pelos empréstimos hipotecários de risco nos Estados Unidos ("subprime"), afeta profundamente o BayernLB, que possui uma grande carteira de títulos lastreados em ativos podres (ABS) cujo valor desabou.

ilp/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.