Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ban pede que empresas se unam à fase da responsabilidade social

Davos (Suíça), 29 jan (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu hoje em Davos às empresas para se somar a uma nova fase da responsabilidade social corporativa, conhecida como Global Compact.

EFE |

No Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos, Ban disse que esta nova fase poderia ser chamada Global Compact 2.0.

O secretário-geral da ONU disse que "vivemos em uma nova era" e que "seus desafios podem ser resolvidos com cooperação e liderança global".

Ao mesmo tempo, Ban considerou que estes desafios exigem "uma nova constelação de cooperação internacional entre os Governos, a sociedade civil e o setor privado, que trabalhem juntos para conseguir um bem global coletivo".

Há dez anos, o então secretário-geral da ONU Kofi Annan lançou no Fórum Econômico Mundial de Davos o Global Compact para promover a ideia de que o compromisso empresarial em assuntos globais beneficia os negócios e a sociedade a longo prazo.

Já Ban disse que é preciso "romper a tirania do pensamento a curto prazo a favor das soluções a longo prazo".

"Nesta época de crise econômica, sei que haverá uma tendência a se refugiar no nacionalismo e no protecionismo, assim como em outros ismos que promovem os limitados interesses próprios frente aos objetivos globais comuns", afirmou Ban.

O secretário-geral da ONU acrescentou que continuar esta prática seria um erro para os objetivos de desenvolvimento global e para os próprios interesses.

O Global Compact oferece uma plataforma excelente para o cuidado do clima, por exemplo.

Ban destacou que o novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se comprometeu claramente a voltar a dinamizar a economia americana impulsionando a economia verde, com baixas emissões de dióxido de carbono e um consumo energético eficiente. EFE aia/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG