Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Balanço aponta que 119,1 mil clientes usaram a portabilidade em 2008

SÃO PAULO - A portabilidade numérica - que permite ao usuário de telefone trocar de operadora e continuar com o mesmo número - ainda não despertou o interesse dos brasileiros. Segundo balanço de 2008 divulgado pela ABR Telecom, entidade que administra a portabilidade, 119,1 mil usuários usufruíram do benefício, o que representa 0,2% do total de 60 milhões de clientes que moram em cidades onde o serviço já está disponível.

Agência Estado |

A portabilidade começou a ser implantada no dia 1º de setembro do ano passado pelo interior do País e até o dia 2 de março de 2009 estará disponível em todo o Brasil. Nestes quatro meses, segundo a ABR Telecom, 180 mil usuários pediram para trocar de operadora e manter o mesmo número de telefone.

Grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro ficaram para as últimas semanas. A avaliação de técnicos do setor é de que a migração ocorrerá com maior intensidade quando chegar às metrópoles. A portabilidade chegará à capital paulista e região metropolitana, que usam o DDD 11, somente no último dia do cronograma, em 2 de março. Em todo o País existem 40 milhões de telefones fixos e 147 milhões de celulares.

A portabilidade deve ser pedida pelo usuário à operadora para qual ele deseja migrar e a transferência só pode ocorrer dentro da mesma modalidade de serviço: de celular para celular e de fixo para fixo. Pelas regras, o pedido tem que ser atendido em até cinco dias úteis.

O novo sistema foi implantado em 2.862 municípios, que englobam 30 DDDs. Na próxima segunda-feira, outros 15 milhões de clientes da telefonia serão beneficiados em cidades atendidas por sete DDDs: 18 (SP), 51 e 55 (RS), 63 (TO), 65 (MT), 92 e 97 (AM). Em todo o mês de janeiro, serão 21 novos DDDs, incluindo as cidades de Porto Alegre (RS), Palmas (TO), Cuiabá (MT), Manaus (AM), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Aracaju (SE), Boa Vista (RR) e Macapá (AP).

Em fevereiro, a portabilidade chegará a outros 41 milhões de assinantes, incluindo as cidades do Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF) e Recife (PE).

Leia tudo sobre: telefonia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG