A balança comercial brasileira registrou um déficit de US$ 108 milhões na terceira semana de abril (dos dias 12 a 18 deste mês). Segundo os dados divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações somaram US$ 3,292 bilhões no período e as importações, US$ 3,4 bilhões.

A balança comercial brasileira registrou um déficit de US$ 108 milhões na terceira semana de abril (dos dias 12 a 18 deste mês). Segundo os dados divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações somaram US$ 3,292 bilhões no período e as importações, US$ 3,4 bilhões.

Mesmo com o resultado negativo da terceira semana, no mês de abril a balança comercial acumula superávit de US$ 682 milhões. No mês, as exportações totalizam US$ 8,003 bilhões, com média diária de US$ 727,5 milhões, o que representa aumentos de 18,1% ante a média registrada em abril de 2009 (US$ 616,1 milhões) e de 6,4% em relação a março (US$ 683,8 milhões).

As importações somam, no mês até a terceira semana, US$ 7,321 bilhões, com média diária de US$ 665,5 milhões, o que representa incrementos de 54,3% em relação ao desempenho médio verificado em abril do ano passado (US$ 431,5 milhões) e de 1,7% em relação a março deste ano (US$ 654,7 milhões).

No ano, a balança comercial brasileira acumula, até ontem, um superávit de US$ 1,574 bilhão. O saldo é 66,2% menor que o registrado em igual período de 2009, quando a balança comercial tinha saldo positivo de US$ 4,653 bilhões. Apesar do menor saldo comercial, a corrente de comércio (soma das exportações e importações) neste ano já atingiu US$ 92,890 bilhões, valor 29,5% superior aos US$ 71,703 bilhões verificados no mesmo período do ano passado.

As exportações brasileiras somam, no ano até a terceira semana de abril, US$ 47,232 bilhões, com média diária de US$ 656 milhões, o que representa um aumento de 25,4% ante a média registrada em igual período de 2009 (US$ 523 milhões). As importações totalizam, no ano, US$ 45,658 bilhões, com média diária de US$ 634,1 milhões, valor 38,1% superior à média verificada no mesmo período do ano passado (US$ 459,2 milhões).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.