Os números da balança comercial brasileira de novembro já refletem a desaceleração no ritmo do comércio mundial, principalmente em relação às exportações. Na terceira semana de novembro, as vendas externas caíram 21,2% pela média diária (US$ 671 milhões) na comparação com a média das duas primeiras semanas (US$ 852 milhões).

As importações mantiveram-se praticamente no mesmo nível, com crescimento de 0,5% na média diária no mesmo período de comparação. Em três semanas, a corrente de comércio (exportações mais importações) soma US$ 22,857 bilhões, indicando queda nas transações comerciais do país com o mundo. Em outubro, a corrente de comércio totalizou US$ 35,817 bilhões, depois de US$ 37,307 bilhões em setembro. Neste mês, mantido o ritmo atual, o total não passará de US$ 30 bilhões.

O desempenho da balança em novembro vem apontando para uma retração tanto das exportações quanto das importações. Na terceira semana do mês houve uma corrente de comércio de US$ 7,028 bilhões, com queda de 11,9% em relação à segunda semana de novembro (US$ 7,978 bilhões). Com US$ 3,355 bilhões de exportações e US$ 3,673 bilhões, a balança apresentou, na terceira semana, um déficit de US$ 318 milhões. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.