Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Baixa contábil gigante gera prejuízo de US$ 31,7 bi à ConocoPhillips

SÃO PAULO - A petroleira ConocoPhillips informou hoje que teve prejuízo líquido de US$ 31,76 bilhões no quarto trimestre, causado por baixas contábeis relacionadas principalmente com ativos intangíveis ligados às áreas de exploração e produção. Entre outubro e dezembro de 2007, a empresa havia registrado lucro líquido de US$ 4,37 bilhões.

Valor Online |

O resultado por ação saiu de um ganho de US$ 2,71 para uma perda de US$ 21,37.

Segundo a empresa, o seu lucro ajustado por fatores não recorrentes foi de US$ 1,91 bilhão, ou US$ 1,28 por ação, em linha com as expectativas dos analistas.

De acordo com comunicado da ConocoPhillips, foi feita uma baixa contábil no valor do goodwill (intangível por expectativa de ganho futuro) relacionado com exploração e produção no valor total de US$ 25,443 bilhões. A empresa também passou a contabilizar pelo valor de mercado seu investimento na russa Lukoil, o que gerou uma perda de US$ 7,410 bilhões. Outras baixas no valor dos ativos somaram US$ 1,251 bilhões, totalizando US$ 34,104 bilhões.

A ConocoPhillips já havia antecipado ao mercado que faria tais ajustes no seu balanço patrimonial.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG