Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

B2W vai priorizar investimento em tecnologia em 2010

Por Vivian Pereira SÃO PAULO, 12 de março (Reuters) - Com o objetivo de ampliar sua fatia de participação no varejo doméstico, a B2W vai retomar este ano a estratégia de investimentos que havia sido reduzida no final de 2008 em decorrência da crise.

Reuters |

A empresa resultante da fusão entre Americanas.com e Submarino prevê investir em 2010 entre 200 milhões e 250 milhões de reais, que serão destinados, principalmente, a inovação tecnológica.

"Precisamos ter robustez tecnológica, principalmente na área logística, buscando melhorar nosso desempenho operacional", disse o diretor financeiro da B2W, Murilo Corrêa, em teleconferência para comentar os resultados de 2009.

O aporte anunciado ajuda a compor um cenário cada vez mais competitivo para o segmento de comércio eletrônico. Há cerca de duas semanas, o grupo Carrefour lançou sua plataforma de vendas online e, ainda no primeiro semestre, deve entrar em operação a Nova Pontocom, formada por Pão de Açúcar, Casas Bahia e Ponto Frio.

Atenta à concorrência, a B2W conta com um estudo em andamento que vai dimensionar o potencial de crescimento do mercado de comércio eletrônico em 2010, segundo Corrêa. "Enquanto o estudo não é concluído, trabalhamos com uma estimativa de que o setor cresça entre 15 e 35 por cento", afirma.

Em 2009, a receita bruta de vendas da companhia avançou 14 por cento, totalizando 4,9 bilhões de reais. A receita líquida, por sua vez, cresceu 22 por cento, a 3,793 bilhões de reais.

"Para 2010, a expectativa é que o patamar de crescimento de venda da B2W seja superior ao apresentado em 2009", afirmou a empresa, no demonstrativo de resultados, divulgado nesta sexta-feira.

LUCRO

No quarto trimestre de 2009, a empresa teve um lucro líquido de 14,1 milhões de reais, crescimento de 386 por cento sobre o mesmo período em 2008 (2,9 milhões de reais). Já no acumulado do ano passado, os ganhos da companhia recuaram 23 por cento, para 47,6 milhões de reais.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou 174 milhões de reais no trimestre encerrado em dezembro, volume 49 por cento maior na comparação anual. A margem Ebitda sobre a receita líquida ficou em 15,2 por cento.

Em 2009, o Ebitda foi de 488,7 milhões, alta de 20 por cento, com margem de 12,9 por cento.

Outra prioridade da empresa para este ano, buscando o aumento da participação no varejo total, será a otimização do sistema logístico.

A companhia afirma que vai operar a partir de dois centros de distribuição distintos em 2010, com estoques integrados entre si e atendendo suas três marcas --Americanas.com, Submarino e Shoptime.

Com isso, a B2W planeja "minimizar os riscos da operação, além de possibilitar a otimização dos estoques e contribuir para melhoria do capital de giro".

Além da otimização das operações, a B2W vai iniciar este ano a expansão da venda de ingressos online para toda a rede Cinemark no México, após realizar um projeto piloto na Cidade do México.

"Iniciamos também a prospecção de novos países na América Latina para replicar o modelo de negócio e continuar a expansão internacional do serviço de venda de ingressos online", acrescenta a companhia, em relatório.

As ações da B2W exibiam queda de 0,95 por cento, cotadas a 40,48 reais, às 15h07, enquanto o Ibovespa cedia 0,3 por cento.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG