Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Azul estréia operações com ocupação de 62%

SÃO PAULO - Em seu primeiro dia de operações comerciais, a Azul Linhas Aéreas registrou uma ocupação média de 62% nos quatro vôos realizados ontem. A taxa é exatamente igual à média de todas as companhias nacionais em rotas domésticas no mês de novembro.

Valor Online |

A empresa estreante registrou atrasos, segundo a Infraero.

Segundo informações da própria Azul, o vôo de ida entre Campinas (SP) e Salvador (BA) levou 90 passageiros e o de volta, na mesma rota, 59. No trecho de Campinas a Porto Alegre, o vôo de ida transportou 51 clientes e o de retorno, 64. As quatro operações foram realizadas com jatos Embraer 190, com capacidade para 106 passageiros.

Com esses números, a empresa superou a taxa necessária para cobrir os custos de operação - taxa " break-even " ou de equilíbrio, no jargão do setor aéreo. Nos trechos realizados, com o 190, a ocupação necessária é de 52%, segundo Miguel Dau, o vice-presidente de operações da Azul. A companhia tem uma encomenda firme com a Embraer de 40 jatos 190 e 195 (para 118 passageiros) e o " break-even " é semelhante em ambos os modelos.

O primeiro vôo da companhia aérea, de Campinas a Salvador, estava marcado para decolar às 12h00 e saiu às 12h28 segundo informações da Infraero de Viracopos. A companhia aérea, porém, refutou essa informação e disse que o atraso foi de 14 minutos. A chegada em Salvador, agendada para 13h15, foi pontual de acordo com as duas fontes.

Já no vôo entre a capital baiana e Campinas, a Infraero de Salvador apontou atraso próximo a 40 minutos. Marcado para às 13h45, o vôo saiu às 14h27. A assessoria de imprensa da Azul disse não ter os dados exatos. No vôo de Campinas a Porto Alegre, a decolagem ocorreu às 15h00, como previsto. Na volta, segundo a assessoria da Azul, houve atraso de cerca de dez minutos. A Infraero do aeroporto gaúcho não quis fornecer informações sobre os vôos da empresa.

A Azul começou a venda de passagens no dia quatro deste mês, com tarifas promocionais. Dias antes, a Gol, vice-líder de mercado, havia anunciado ofertas em diversas rotas, entre as quais aquelas solicitadas pela empresa novata.

A Azul pretende transportar um milhão de passageiros em 2009, com 16 aviões e nove cidades na malha. Para 2010, a projeção é ter 26 jatos, 15 cidades atendidas e 2,5 milhões de clientes.

(Roberta Campassi | Valor Econômico)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG