Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Azul deve iniciar vendas até 1º de dezembro

SÃO PAULO - A Azul Linhas Aéreas espera iniciar a comercialização de passagens no mais tardar em 1º de dezembro, para ter pelo menos duas semanas de vendas até inaugurar seus vôos no dia 15 do mesmo mês. Até lá, porém, a companhia precisa cumprir alguns trâmites burocráticos cujos prazos são incertos.

Valor Online |

" Não temos certeza sobre o tempo que as etapas vão levar, fazemos estimativas com base na nossa experiência " , afirma o vice-presidente de marketing da companhia, Gianfranco Beting. O executivo admite que não haverá muito tempo para vendas antes do início das operações. " Vai ser apertado, mas é o possível. "
Ontem, a empresa recebeu da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) o documento que a legitima como companhia aérea - o Certificado de Homologação de Empresa de Transporte Aéreo (Cheta). Agora, a empresa terá que assinar o contrato de concessão e este ainda precisa ser aprovado pela diretoria da agência reguladora. Só depois disso, a Azul poderá pleitear as rotas que pretende operar e vender bilhetes.

Sobre os preços das passagens, Beting afirma que a Azul não pretende fazer guerra. " Vamos entrar no mercado de forma muito racional " , afirma. " Guerra tarifária gera destruição de empresas e depois as sobreviventes cobram o que querem. "
Segundo o executivo, a Azul não planeja promoções de estréia, pois a " novidade natural " que o início dos vôos representa já será um atrativo. Mesmo assim, a novata ajustará as tarifas " em função do que as outras empresas prepararem " para sua chegada, diz Beting. A TAM disse, esta semana, que espera que a disputa seja " racional " e que não tem caixa reservado para brigas tarifárias.

A companhia planeja ter operações em 25 cidades brasileiras. O aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), deverá ser a base inicial das operações da Azul. A companhia também tem interesse no Santos Dumont (RJ), mas hoje o aeroporto está restrito para vôos regionais e da ponte-aérea Rio-São Paulo. A Anac deve iniciar consulta pública para eliminar as restrições.

Num primeiro momento, segundo Beting, a Azul só venderá passagens pelo site. As lojas físicas não devem ser inauguradas antes do início de 2009. Já foram abertas filiais em Campinas e Curitiba.

(Roberta Campassi | Valor Econômico)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG