Um Boeing da companhia aérea Emirates que iria do Kuwait para Dubai interrompeu nesta quarta-feira sua decolagem depois da detecção de fumaça na cabine, indicou um porta-voz da empresa.

O capitão do Boeing 777-200, com 346 passageiros a bordo, interrompeu a decolagem quando o avião já taxiava, explicou à AFP o porta-voz da Emirates, que é propriedade do Emirado de Dubai.

"De acordo com os primeiros elementos, a fumaça saía de um ducto de ar", disse o porta-voz, que não quis se identificar. Também ressaltou que investigações complementares serão realizadas.

O porta-voz acrescentou que um passageiro em pânico ficou levemente ferido quando tentou se levantar do seu assento com a aeronave em movimento.

ak/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.