Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Aviação Civil confirma licença da Alitalia após acordo de venda com sindicatos

A Aviação Civil Italiana (ENAC) confirmou a licença de vôo da Alitalia até março de 2009, depois que todos os sindicatos concordaram com a venda da companhi aérea ao consórcio de empresários italianos CAI.

AFP |

A ENAC havia ameaçado retirar a licença da empresa em conseqüência da crise financeira que deixou a Alitalia à beira da falência.

Os nove sindicatos da Alitalia aprovaram na segunda-feira o plano de compra da empresa pelo consórcio de 18 empresários reunidos sob a sigla Companhia Aérea Italiana (CAI).

A nova empresa deverá solicitar a licença definitiva de vôo no próximo ano.

Muitos processos devem ser administrados antes que a nova Alitalia decole no dia 1º de novembro, como desejam os novos proprietários.

Os últimos dois sindicatos minoritários, que representavam as aeromoças e os comissários de bordo, assinaram na segunda-feira o acordo, apesar do cálculo de que um terço dos funcionários da categoria será demitida e que centenas deles terão que mudar de cidade para manter o emprego.

Das mais de 3.000 demissões previstas, 1.500 afetam aeromoças e comissários, segundo os sindicatos.

"Tudo está bem quando termina bem", declarou o primeiro-ministro Silvio Berlusconi, que colocou o prestígio e sua influência em jogo para encontrar uma "solução italiana" à grave crise da companhia nacional.

Depois de um mês de negociações complexas, com rupturas e mediações, todos os sindicatos aprovaram a venda da Alitalia, que pertence em 49,9% ao Estado italiano, ao consórcio CAI, presidido por Roberto Colaninno, presidente da indústria de motos Piaggio.

bur-kv/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG