Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Autopeça Sabó fecha acordo de redução de salário

SÃO PAULO - Os 1.600 trabalhadores da fabricante de autopeças Sabó, na capital paulista, aprovaram em assembleia na tarde desta quinta-feira a proposta apresentada pela direção da empresa de reduzir jornada e os salários, informou o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. Foi a segunda decisão do gênero na capital e a terceira em apenas dois dias.

Agência Estado |

 

O acordo prevê a diminuição da jornada semanal em um dia e um corte de 12% dos salários, respeitando o piso salarial da categoria, de R$ 920. O acordo entra em vigor em 2 de fevereiro e tem validade por 90 dias. Em troca, os trabalhadores ganharam a garantia de estabilidade no trabalho por até 90 dias após o final do período acordado.

O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, aproveitou para pedir medidas do governo. "Esperamos que o governo anuncie medidas urgentes e baixe rapidamente os juros e os impostos para garantir a retomada da produção e a manutenção dos empregos", disse, durante a assembleia.

O acordo foi anunciado poucas horas após o da MWM e um dia depois do assinado na Valeo. As três empresas acertaram reduções de jornada e salário com seus trabalhadores. Amanhã será a vez dos trabalhadores da fabricante de autopeças Samot deliberarem em assembleia sobre a diminuição da jornada e salário.

Leia tudo sobre: acordos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG