Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Automobilísticas americanas pedem ajuda ao Canadá para evitar falência

Toronto (Canadá), 5 dez (EFE) - As fabricantes de automóveis americanas General Motors (GM), Ford e Chrysler pediram hoje às autoridades canadenses 6,8 bilhões de dólares canadenses (US$ 5,44 bilhões) de ajuda financeira em conjunto para enfrentar a grave crise financeira.

EFE |

Deste número, a maior fabricante de automóveis americana, General Motors, pediu 2,4 bilhões de dólares canadenses (US$ 1,92 bilhão) a longo prazo, mais um empréstimo imediato de emergência de 800 milhões de dólares canadenses (US$ 640 milhões).

A Chrysler solicitou um empréstimo imediato de 800 milhões de dólares canadenses e outros 800 milhões de dólares canadenses de ajudas.

Por sua parte, a Ford solicitou uma linha de crédito de dois bilhões de dólares canadenses.

O presidente da Chrysler Canadá, Reid Bigland, afirmou através de um comunicado que o pedido "de um empréstimo temporário e que será totalmente pago pelos Governos do Canadá e Ontário é realmente duplo".

Segundo os dados do setor, ao redor de 12% do Produto Interno Bruto (PIB) do setor industrial canadense procede do setor do automóvel, que emprega 500 mil pessoas, em sua maior parte na província de Ontário. EFE jcr/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG