Sydney (Austrália), 3 fev (EFE).- O Governo australiano anunciou hoje um segundo plano para estimular a economia, que será de US$ 26,4 bilhões e implicará déficit fiscal até 2012.

A iniciativa elevará o déficit do presente ano fiscal (2008-09) aos US$ 14 bilhões. Antes de se saber os efeitos da crise financeira global, Canberra tinha previsto um superávit de US$ 3,4 bilhões.

O plano apresentado pelo ministro do Tesouro, Wayne Swan, prevê um investimento de US$ 18 bilhões em escolas, casas e estradas, e a entrega a famílias de rendas baixas ou médias de ajudas de US$ 8 bilhões.

Trata-se de "conseguir o equilíbrio correto entre apoiar postos de trabalho e investir em projetos de construção da nação para o futuro", explicou Swan. EFE mg/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.