Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Austrália anuncia pacote de estímulo de US$ 26,2 bi

O governo australiano anunciou ontem um pacote de estímulo econômico avaliado em 41,5 bilhões de dólares australianos (US$ 26,2 bilhões) para os próximos quatro anos. O primeiro-ministro Kevin Rudd prometeu ampliar o pacote se necessário, até que a economia volte a crescer pelo menos 3% ao ano, taxa que o Tesouro estima que não será alcançada até o fim do primeiro semestre de 2011.

Agência Estado |

"Ninguém sabe quanto tempo vai durar ou qual a profundidade dessa parte do ciclo econômico", disse o primeiro-ministro. Segundo os analistas, o estímulo oficial deve cair nos próximos anos, por causa da deterioração da situação fiscal.

O pacote é uma combinação de novos gastos e aceleração dos projetos para infraestrutura, habitação, centros profissionalizantes, eficiência energética de residências e estradas. Serão gastos ainda US$ 8,02 bilhões com um bônus em dinheiro a assalariados de baixa a média renda, famílias com uma única fonte de renda, fazendeiros e estudantes, a ser pago a partir de março.

O Reserve Bank of Australia (RBA, banco central australiano) reduziu sua taxa de juros em 1 ponto, para 3,25%, o menor nível desde 1964. O presidente do banco, Glenn Stevens, disse em comunicado que a perspectiva global de curto prazo é "a mais fraca em muitos anos". Segundo os analistas, o comunicado oferece poucas pistas sobre a tendência dos juros, o que pode ser um sinal de que o ritmo dos cortes vai diminuir nos próximos meses.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG