O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, decisões sobre reajustes devem ficar para próximo governo

O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, reforçou hoje a posição do governo de que decisões sobre reajustes de salários devem ser deixadas para o próximo ano. "É mais adequado. Uma revisão de salários não é adequada no último ano de governo. Não é o momento de discutir novos reajustes", afirmou.

"As questões envolvendo pessoal nos preocupa, porque as carreiras, de uma forma geral, do setor público estão alinhadas e novos reajustes trazem uma preocupação fiscal bem relevante", afirmou. Augustin, no entanto, disse acreditar no bom senso. Segundo ele, os reajustes salariais concedidos nos últimos quatro anos foram "bem substanciais" e que agora é um "momento de parada", de deixar as decisões para o próximo ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.