Berlim, 8 jul (EFE).- O fabricante alemão de automóveis Audi teve no primeiro semestre do ano o maior volume de vendas de sua história ao negociar um total de 516 mil veículos.

Segundo a companhia, em relação aos seis primeiros meses de 2007 foi registrado um aumento de 1,4% nas vendas.

"Para 2008 esperamos superar pela primeira vez na história de nossa companhia o número de um milhão de automóveis vendidos", assinalou o presidente da Audi, Rupert Stadler, em comunicado.

O bom andamento dos negócios se deve fundamentalmente à excelente amparada que tiveram os novos modelos da Audi, a marca de luxo da Volkswagen, como a nova geração do A4 Avant e sua versão limusine.

As vendas aumentaram, sobretudo, no mercado da Ásia e do Pacífico. Entre janeiro e junho a Audi vendeu 78,9 mil na região, o que representou um aumento de 19,9% em relação ao mesmo período de 2007.

Apenas na China, onde a Audi é líder há vinte anos, foram vendidos 60,5 mil automóveis, o que representa um crescimento de 22,8%.

As vendas no mercado do leste europeu também foram satisfatórias, com um aumento de 15,1% (22,4 mil carros).

O Reino Unido continuou sendo o principal destino de vendas na Europa, com um total de 57,9 mil carros vendidos, 4,4% a mais do que no primeiro semestre do ano passado.

Por outro lado, as vendas nos Estados Unidos caíram 1,5% (45 mil carros), o que a companhia atribuiu à difícil situação econômica no país. EFE ih/fh/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.