Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Atualização dos programas é vital para uma boa experiência

Atualização dos programas é vital para uma boa experiência São Paulo, 26 (AE) - Um receptor de GPS é muito mais do que um simples aparelho. Seu bom funcionamento depende principalmente da confiabilidade de seus mapas.

Agência Estado |

Um aparelho desatualizado, com mãos de direção erradas ou vias não documentadas, mais atrapalha do que ajuda o motorista a se orientar.

ATUALIZE UMA VEZ POR ANO - O programa de navegação, que vem instalado no GPS, é a alma do aparelho. É o programa que traz todas as informações que o hardware do aparelho usa para se localizar em uma cidade ou região e definir a direção. O programa de navegação é tão importante quanto o próprio aparelho de GPS, pois apenas o hardware, a parte física do GPS, não ajuda ninguém a se orientar. É a combinação do aparelho, do programa e dos mapas que vêm instalados nele que garantem uma boa viagem.

O ideal é atualizar seus mapas pelo menos uma vez ao ano, exatamente como se faz com um guia de ruas impresso em papel.

INFORMAÇÕES ÚTEIS - Também é possível instalar novos mapas para seu aparelho. Alguns podem ser encontrados na rede sob a forma de arquivos gratuitos, que podem ser baixados e instalados no aparelho. Esses mapas extras podem trazer informações úteis como novos pontos de interesse - postos de gasolina, lojas e atrações turísticas - e também novas vias adicionadas pelos próprios usuários, pontos de radar, pedágios e até farmácias 24 horas.

Vários fabricantes oferecem mapas que cobrem outros países, como Estados Unidos, França e Japão. Esses mapas são comprados pelo site das empresas e podem ser facilmente instalados nos aparelhos.

VIAGENS AO EXTERIOR - Depois que os novos mapas são baixados para o computador, basta descompactá-los - usando um programa como Winrar (www.winrar.com) ou o próprio descompactador embutido no Windows - e passá-los para o GPS.

Todo aparelho automotivo vendido no Brasil conta com uma entrada USB-mini. Basta conectar um cabo USBxUSB-mini entre o computador e o GPS para que o aparelho seja visto pelo Windows. Aí é só seguir as instruções do fabricante para adicionar os mapas à memória interna do aparelho.

Também é possível adicionar mapas usando um cartão de memória do tipo SD (Secure Digital). O procedimento é praticamente o mesmo. Com o programa baixado devidamente copiado para o cartão, é só introduzi-lo no aparelho e adicioná-lo, de acordo com o manual do fabricante. U

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG