Tamanho do texto

Atualização dos programas é vital para uma boa experiência São Paulo, 26 (AE) - Um receptor de GPS é muito mais do que um simples aparelho. Seu bom funcionamento depende principalmente da confiabilidade de seus mapas.

Um aparelho desatualizado, com mãos de direção erradas ou vias não documentadas, mais atrapalha do que ajuda o motorista a se orientar.

ATUALIZE UMA VEZ POR ANO - O programa de navegação, que vem instalado no GPS, é a alma do aparelho. É o programa que traz todas as informações que o hardware do aparelho usa para se localizar em uma cidade ou região e definir a direção. O programa de navegação é tão importante quanto o próprio aparelho de GPS, pois apenas o hardware, a parte física do GPS, não ajuda ninguém a se orientar. É a combinação do aparelho, do programa e dos mapas que vêm instalados nele que garantem uma boa viagem.

O ideal é atualizar seus mapas pelo menos uma vez ao ano, exatamente como se faz com um guia de ruas impresso em papel.

INFORMAÇÕES ÚTEIS - Também é possível instalar novos mapas para seu aparelho. Alguns podem ser encontrados na rede sob a forma de arquivos gratuitos, que podem ser baixados e instalados no aparelho. Esses mapas extras podem trazer informações úteis como novos pontos de interesse - postos de gasolina, lojas e atrações turísticas - e também novas vias adicionadas pelos próprios usuários, pontos de radar, pedágios e até farmácias 24 horas.

Vários fabricantes oferecem mapas que cobrem outros países, como Estados Unidos, França e Japão. Esses mapas são comprados pelo site das empresas e podem ser facilmente instalados nos aparelhos.

VIAGENS AO EXTERIOR - Depois que os novos mapas são baixados para o computador, basta descompactá-los - usando um programa como Winrar (www.winrar.com) ou o próprio descompactador embutido no Windows - e passá-los para o GPS.

Todo aparelho automotivo vendido no Brasil conta com uma entrada USB-mini. Basta conectar um cabo USBxUSB-mini entre o computador e o GPS para que o aparelho seja visto pelo Windows. Aí é só seguir as instruções do fabricante para adicionar os mapas à memória interna do aparelho.

Também é possível adicionar mapas usando um cartão de memória do tipo SD (Secure Digital). O procedimento é praticamente o mesmo. Com o programa baixado devidamente copiado para o cartão, é só introduzi-lo no aparelho e adicioná-lo, de acordo com o manual do fabricante. U