Nova York, 4 fev (EFE).- A atividade no setor dos serviços nos Estados Unidos registrou contração em janeiro pelo quarto mês seguido, embora a um ritmo menor que em dezembro, informou hoje o Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, em inglês).

Em janeiro, o índice de atividade se situou em 42,9 pontos, comparado com os 40,1 pontos do mês anterior.

O registro também foi mais favorável que os 39 pontos previstos pelos economistas.

Um índice superior a 50 pontos reflete um avanço generalizado da atividade no setor e, abaixo desse nível, aponta uma contração.

"Os entrevistados expressaram preocupação sobre a economia mundial e o contínuo declive na atividade e no consumo", afirmou Anthony Nieves, analista da entidade, em comunicado de imprensa.

O subíndice de pedidos novos às empresas do setor subiu 41,6 pontos no mês passado, a partir dos 38,9 pontos de dezembro, enquanto o relativo ao emprego ficou em 34,4 pontos, um décimo a menos que no mês anterior.

Já o subíndice correspondente aos preços pagos pelos empresários do setor por bens e serviços para desenvolver sua atividade subiu a 42,5 pontos, dos 36,1 pontos de dezembro.

Dos 18 subsetores que são considerados para elaborar o índice, só dois, o de serviços de saúde e assistência social e o relativo a serviços financeiros e seguros, registraram em janeiro um aumento em sua atividade com relação a dezembro, segundo a entidade. EFE vm/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.