Nova York, 1 dez (EFE).- A atividade do setor manufatureiro nos Estados Unidos avançou em novembro pelo quarto mês consecutivo, mas a um ritmo um pouco menor que em outubro, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, em inglês).

O índice de atividade elaborado por essa entidade ficou em 53,6 pontos, comparado aos 55,7 pontos do mês anterior e dos 55 pontos que os economistas esperavam.

Um índice superior a 50 pontos reflete um avanço generalizado da atividade nas empresas do setor e, se fica baixo desse nível, mostra uma contração.

O analista do ISM Norbert Ore ressaltou, na divulgação deste relatório mensal, que, apesar do retrocesso no índice de novembro, há sinais positivos na evolução deste setor da economia.

"Apesar de o ritmo de crescimento ter desacelerado em relação a outubro, há sinais animadores para um crescimento contínuo, à medida que os novos pedidos e a produção seguem em níveis muito positivos e o índice de preços caiu dez pontos, o que denota menos pressões inflacionárias sobre os custos das empresas", afirmou Ore, em comunicado à imprensa.

O subíndice relativo a novos pedidos subiu para 60,3 pontos em novembro, frente aos 58,5 pontos em outubro, e avançou durante cinco meses consecutivos.

O correspondente à produção caiu 59,9 pontos, frente aos 63,3 pontos do mês anterior, mas se manteve acima dos 50 pontos durante seis meses consecutivos, segundo o ISM.

O subíndice correspondente aos preços que as empresas pagam por bens e serviços para desenvolver sua atividade ficou em 55 pontos no mês passado, comparado aos 65 pontos de outubro.

No caso do emprego, o subíndice correspondente a essa variável ficou em 50,8 pontos, frente aos 53,1 pontos de outubro, mas a tendência também é positiva, segundo a entidade. EFE vm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.