PARIS - A atividade manufatureira da Eurozona subiu em outubro, pondo fim a um período de contração de 17 meses, o mais longo do setor desde a criação do índice, segundo o grupo Markit.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237577739563&_c_=MiGComponente_C

O índice de gestão de compras de manufacturas (PMI), que sintetiza a atividade nesse setor, superou pela primeira vez a cifra de 50 pontos desde maio de 2008, um limite além do qual se registra uma progressão da atividade.

O PMI registrou 50,7 pontos, segundo a Markit, em uma segunda estimativa que confirmou a cifra divulgada em 23 de outubro passado.

Segundo os especialistas, a alta foi estimulada por uma aceleração do crescimento da produção e novos pedidos, assim como a desaceleração das supressões de emprego.

Leia mais sobre Eurozona

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.