Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Atividade industrial brasileira se desacelera em maio

Rio de Janeiro, 3 jul (EFE) - A atividade do setor industrial no Brasil se manteve alta em maio, embora comece a dar sinais de desaceleração, segundo o estudo mensal de indicadores econômicos divulgado hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

EFE |

O documento aponta que o faturamento da indústria cresceu 1,1% em maio frente a abril, mas é menor em 0,5 ponto percentual ao aumento experimentado em abril em relação a março, "o que aponta a uma desaceleração do ritmo de atividade industrial".

Comparado a maio de 2007, o indicador cresceu 5,3%, mas o resultado é menos da metade dos 11,5% registrados em abril frente ao mesmo mês do ano anterior.

No acumulado do ano até maio, houve crescimento do faturamento em 17 dos 19 setores analisados e o maior impulso proveio das vendas de automóveis (23,8%) e máquinas e equipamentos (18,4%).

As horas trabalhadas na indústria caíram em 0,1% em maio frente a abril, acrescenta o relatório.

Mas, em relação a maio de 2007, o indicador cresceu 2,7% e, no acumulado dos primeiros cinco meses do ano, 5,8%, comparado ao mesmo período de 2007.

Os índices de mercado de trabalho, emprego e massa salarial real também cresceram em maio, embora de forma menos significativa.

Além disso, no período analisado o uso da capacidade instalada ficou em 83,2%, semelhante ao mesmo mês do ano passado (83,1%).

Pela primeira vez desde julho de 2006, a diferença mensal desse indicador é quase zero. EFE ol/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG