Dublin, 10 nov (EFE).- A aterrissagem de emergência de um avião da Ryanair procedente de Frankfurt terminou com cinco feridos no aeroporto de Ciampino (Roma), o que levou ao fechamento das instalações aeroportuárias.

Segundo um comunicado da companhia aérea, dois membros da tripulação e três passageiros foram transferidos para um hospital, "como medida de precaução", após sofrerem "ferimentos leves".

A companhia aérea afirmou na nota que o Boeing 737 experimentou dificuldades quando ia aterrissar no aeroporto de Roma por causa dos "múltiplos impactos de pássaros" que sofreu.

"Aparentemente, o trem de aterrissagem esquerdo sofreu danos substanciais ao tocar em terra, o que atrasará durante várias horas a retirada do avião da pista de aterrissagem", declarou a companhia aérea, especializada em vôos econômicos.

A Agência Nacional para a Segurança do Vôo enviou uma equipe de investigação para o aeroporto de Ciampino para averiguar as causas do episódio. EFE ja/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.