Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ataques forçam Shell a declarar estado de força maior na Nigéria

A gigante petroleira anglo-holandesa Shell declarou neste sábado estado de força maior para sua produção de cru na usina de Bonny (sul da Nigéria), devido aos recentes ataques contra suas instalações, declarou à AFP um porta-voz da companhia.

AFP |

"Declaramos a força maior devido aos recentes ataques contra nossas instalações", declarou à AFP Precious Okolobo.

A cláusula de "força maior", corrente nos meios petroleiros e que já foi invocada pela Shell na Nigéria, permite que a indústria suspenda suas obrigações contratuais, como o fornecimento de petróleo e gás, por causa de acontecimentos imprevistos, sem ser submetida a penalidades.

Durante a última semana, a Shell foi alvo de seis ataques do Movimento para a Emancipação do Delta do Níger (Mend), principal grupo armado da Nigéria, segundo as reivindicações desses insurgentes. O último atentado foi praticado sexta-feira. A Shell confirmou dois desses ataques.

smo/dm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG