Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ata do Fed, IPC dos EUA e emprego no Brasil são destaques hoje

SÃO PAULO - A quarta-feira é mais um dia de agenda relevante tanto no âmbito doméstico como no externo. Foco na ata referente à última reunião do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, onde será detalhada a visão do colegiado da autoridade monetária, que optou pela redução da taxa básica de juros de 1,5% para 1% no fim de outubro.

Valor Online |

Ainda nos Estados Unidos, atenção para o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) referente ao mês de outubro. A previsão aponta para deflação de 0,8%, seguindo estabilidade em setembro. Para o núcleo do indicador, que exclui alimentos e energia da conta, a estimativa é de avanço de 0,1%.

Ontem, foi apresentado o Índice de Preços ao Produtor dos EUA (PPI), que em outubro caiu 2,8%, mas o núcleo avançou 0,4%, ficando acima do 0,1% estimado.

Os investidores também assimilam novos dados sobre o mercado imobiliário americano. Serão divulgados números sobre a construção de novas moradias e os pedidos por alvarás de construção em outubro.

Por aqui, um único indicador faz a agenda. É o relatório sobre o mercado de trabalho em outubro, que será divulgado pela manhã pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ontem, o IBGE apresentou as vendas no comércio varejista em setembro e os dados ainda não captavam a restrição de crédito no mercado doméstico. As vendas cresceram 1,2% no comparativo mensal.

A semana ainda reserva os pedidos por seguro-desemprego nos EUA, o índice de indicadores antecedentes e o indicador de atividade do Fed da Filadélfia. Todos agendados na quinta-feira, quando o mercado brasileiro não opera. A sexta-feira não reserva indicadores no Brasil e nos EUA.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG