Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ata do Copom é o destaque da quinta-feira

SÃO PAULO - A quinta-feira tem carregada agenda de indicadores e o destaque fica com a ata do Comitê de Política Monetária (Copom), que semana passada reduziu a taxa Selic de 13,75% para 12,75% ao ano. O documento deve esclarece o dissenso da decisão e elucidar melhor o que o colegiado quis dizer com o comitê inicia um processo de flexibilização da política monetária realizando de imediato parte relevante do movimento da taxa básica de juros, sem prejuízo para o cumprimento da meta para a inflação .

Valor Online |

Ainda no front interno, os investidores recebem o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de janeiro. A previsão aponta para deflação de 0,6%, seguindo variação negativa de 0,13% em dezembro.

No mercado de câmbio, o Banco Central (BC) faz leilão de venda de dólares com compromisso de recompra (leilão de linha). Com esse tipo de operação, a autoridade monetária oferta crédito em moeda estrangeira.

Nos Estados Unidos, saem os pedidos de bens duráveis em dezembro. A estimativa é de retração de 2%, depois de redução de 1,5%. Excluindo bens de transporte, a queda deve ser de 2,5%.

Também será divulgada a venda de imóveis novos no último mês de 2008. A expectativa é de baixa de 1,7%, para 400 mil imóveis na taxa anualizada. Vale lembrar que a venda de imóveis usados surpreendeu em dezembro, subindo 6,5%.

Os agentes também recebem a variação semanal nos pedidos por seguro-desemprego. É projetada uma queda de 589 mil para 575 mil requisições.

No campo corporativo, atenção aos resultados da 3M Company, Altria Group, Amazon.com, AstraZeneca, Colgate-Palmolive, Chubb Corp., Kodak, Eli Lilly, Ford, JetBlue Airways, Mitsubishi e Sony.

A semana acaba com mais uma rodada de balanços e a primeira preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no quarto trimestre.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG