Paris, 3 mai (EFE).- A Assembleia Nacional francesa anunciou hoje um plano de ajuda de urgência à Grécia, com um empréstimo de 5% dos 16,8 bilhões de euros totais que pretende disponibilizar em três anos, ou 3,9 milhões de euros a partir de 13 de maio.

Paris, 3 mai (EFE).- A Assembleia Nacional francesa anunciou hoje um plano de ajuda de urgência à Grécia, com um empréstimo de 5% dos 16,8 bilhões de euros totais que pretende disponibilizar em três anos, ou 3,9 milhões de euros a partir de 13 de maio. Após várias horas de debates, o projeto foi aprovado sem emendas pelo partido governamental UMP e pelo Partido Socialista "para ajudar a Grécia e o euro". O projeto será submetido esta semana ao Senado para sua aprovação definitiva, provavelmente na quinta-feira. Apenas votaram contra o Partido Comunista (PCF), o Partido de Esquerda, e o ex-deputado do UMP, Nicolas Dupont-Aignan. Muito crítico da estratégia estipulada ontem pela União Europeia (UE) e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para emprestar 110 milhões de euros à Grécia em troca de uma severa política de austeridade, o PCF defendeu a "renegociação" da dívida grega e pediu que os bancos que concederam empréstimos com juros elevados "paguem uma parte das baixezas cometidas". A França planeja emprestar, com juros de 5%, 20,7% do total dos 80 bilhões que a UE se comprometeu a disponibilizar. EFE lg/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.