A venda da Nossa Caixa para o Banco do Brasil, acertada entre o governador de São Paulo, José Serra, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no mês passado, foi autorizada ontem pelo Legislativo paulista por 54 votos a 18. A transação, de pouco mais de R$ 7 bilhões, renderá ao governo estadual R$ 5,6 bilhões - o restante vai para os acionistas minoritários da Nossa Caixa.

O pagamento será parcelado em 18 meses.

O debate do projeto em plenário arrastou-se por dois dias. O PT votou contra, apesar do interesse direto do governo federal na negociação e da defesa pública feita por Lula. A transferência da Nossa Caixa para o BB foi aprovada com folga, já que Serra tem maioria na Casa. Com o negócio, cerca de R$ 3 bilhões reforçarão os cofres estaduais já no próximo ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.