Tamanho do texto

Brasília, 16 - Os integrantes da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Arroz ratificaram na tarde hoje proposta da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) para alteração da periodicidade dos leilões de arroz dos estoques públicos. Hoje, os leilões são semanais, mas o setor pede que as vendas sejam quinzenais, com oferta de 50 mil toneladas em cada pregão.

A iniciativa privada pede leilões nos dias 29 de outubro e 11 de novembro. Os estoques públicos de arroz somam 650 mil toneladas.

De acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção de arroz na safra 2008/09 deverá ser de 12,1 milhões de toneladas, sendo 700 mil para exportação. "Esse volume é excelente se considerarmos o resultado alcançado em 2007, que foi de 400 mil toneladas. Ou seja, vamos praticamente dobrar as exportações", disse o presidente da Câmara, Francisco Lineu Schardong.