Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Arrecadação de impostos federais e previdência bate recorde em 2008

BRASÍLIA - A arrecadação total de impostos e contribuições federais e de contribuições previdenciárias atingiu o recorde de R$ 685,675 bilhões em todo o ano passado, em termos nominais. Com a correção pelo IPCA, o montante sobe a R$ 701,403 bilhões, de acordo com os dados divulgados pela Super Receita.

Valor Online |

O recolhimento total subiu 7,68% em termos reais, ou seja, também com correção pelo IPCA, frente a 2007 (R$ 651,371 bilhões). Se forem considerados os valores nominais, ou seja, sem descontar a inflação, o aumento da arrecadação foi de 13,75% em 2008.

Dessa forma, a arrecadação do governo superou com folga a previsão para o ano, que, segundo o secretário-adjunto Otacílio Cartaxo, era de montante em torno de R$ 640 bilhões.

Os recolhimentos apurados habitualmente pela antiga Receita Federal com impostos e contribuições somaram R$ 479,725 bilhões no ano passado (R$ 490,925 bilhões com correção pelo IPCA), com crescimento real de 5,32% em relação a 2007 (R$ 466,135 bilhões).

As receitas previdenciárias, por sua vez, somaram R$ 180,476 bilhões (R$ 184,404 bilhões atualizados pelo IPCA), com acréscimo real de 11% sobre o ano passado.

As demais receitas (principalmente royalties da extração de petróleo) ficaram em R$ 26,074 bilhões a preços corrigidos, com variação positiva de 36,5% sobre 2007 (R$ 36,5 bilhões).

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG