Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Argentina vai barrar 1.200 produtos

O secretário argentino de Indústria, Fernando Fraguío, assinou resolução que complicará a entrada de 1.200 produtos importados no país.

Agência Estado |

Serão aplicados nesses produtos licenças automáticas, que atrasam a entrada de um produto no país por período de 48 a 72 horas.

A lista, que inclui produtos importados dos sócios do Mercosul, inclui calçados, brinquedos, fios, eletrônicos, bicicletas e vestimentas, entre outros. O governo está aplicando os obstáculos burocráticos alfandegários a pedido do empresariado argentino, que teme uma "avalanche" de produtos asiáticos e brasileiros que possam "arrasar" a indústria nacional. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG