Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Argentina rejeita projeto de acordo para salvar Rodada de Doha

GENEBRA - O ministro das Relações Exteriores argentino, Jorge Taiana, afirmou nesta sexta-feira que não gostou do projeto de acordo com o qual trabalham os países da Organização Mundial do Comércio (OMC) na negociação para salvar a Rodada de Doha sobre a liberalização dos mercados mundiais.

EFE |

Taiana manifestou, em declarações à imprensa, que na sessão de quinta-feira, no quinto dia de reunião, "se apresentou um papel, que foi recebido pelos países, e algumas delegações fizeram várias observações", entre elas a da Argentina.

O chanceler argentino assinalou que tem "observações sérias" em relação ao "balanço" desse documento, no qual se incluem propostas para a liberalização dos mercados agrícolas e industriais.

A proposta "precisa de mais trabalho e mais discussão, para nós não é equilibrada", destacou Taiana, que assegurou que os debates na OMC continuarão neste sábado.

Na reunião realizada há cinco dias por 30 ministros da OMC, a Argentina foi um dos países mais duros e mais resistentes contra as concessões para abrir seus mercados industriais; outros países reticentes foram Índia e África do Sul.

Leia tudo sobre: doha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG