Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Argentina reforça medidas aduaneiras para defender sua produção

O governo argentino reforçou medidas aduaneiras antidumping para evitar a entrada de produtos subfaturados, em especial da China e de países do Sudeste Asiático, em meio à grave crise financeira global, disse à AFP uma fonte oficial nesta quinta-feira.

AFP |

Nos últimos dias, a Aduana estabeleceu "valores critério" para cerca de 200 produtos, entre eles vários do setor metalúrgico, da linha branca (máquinas de lavar roupa, geladeiras e fogões), têxtil, eletrônico, brinquedos e calçados, para evitar uma enxurrada de mercadorias procedentes da Ásia, acrescentou a fonte.

Com a medida, o organismo pretende defender esses setores de eventuais manobras de dumping.

Os 200 itens foram somados à lista de 22.000 produtos com preços de referência para sua entrada no país, estabelecida pela Alfândega desde 2003, com constantes modificações e acréscimos de novas unidades.

A Aduana também aumentará os controles para verificar eventuais triangulações de produtos, que buscam ocultar a origem das importações, entre outras medidas.

lt-jos/tt/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG